layout

Concurso do TCU

Concurso do TCU

Detalhes concurso TCU:

  • Concurso: Tribunal de Contas da União (TCU)
  • Organizador: a saber
  • Cargo: Auditor 
  • Escolaridade: Nível superior em qualquer área
  • Remuneração: Até R$ 22.843,35 mil
  • Situação: Previsto no PLOA 2018
  • Previsão para publicação do edital: 2018

Concurso Auditor do TCU 2017

Tribunal de Contas da União (Concurso TCU 2017) abre concursos com regularidade após o vencimento de seus certames! Conheça mais detalhes sobre a carreira de auditor do órgão!

Com independência comparada à do Ministério Público, um órgão que não está ligado a nenhum poder e exerce sua função constitucional, o Tribunal de Contas da União (Concurso Auditor do TCU) realizará, no primeiro semestre de 2018, um novo concurso público para a carreira de auditor federal de controle externo. O último concurso TCU foi prorrogado até  1º de dezembro deste ano e não poderá ser mais prorrogado.

Os concursos do TCU são realizados com periodicidade e têm tradição de serem publicados sempre que um vigente vence. A atividade de fiscalização do TCU é denominada controle externo em oposição ao controle interno feito pelo próprio órgão sobre seus próprios gastos. Seu objetivo é garantir que o dinheiro público seja utilizado de forma eficiente atendendo aos interesses públicos.

Uma boa notícia para quem deseja ingressar no maior órgão de fiscalização do país é que na última quinta-feira, dia 31 de agosto de 2017, o Poder Executivo Federal encaminhou ao Congresso Nacional o Projeto de Lei Orçamentária 2018 (PLOA), que ainda será analisado pelo Congresso Nacional. Nele, consta previsão para provimento de 10 vagas para a carreira de auditor.

O posto de auditor é aberto para graduados em qualquer área e paga inicial de R$ 20.917,87, além de R$ 982,10 de auxílio-alimentação, R$ 768,90 de auxílio pré-escolar, R$ 174,48 assistência à saúde. Uma preparação antecipada e direcionada pode garantir que qualquer candidato conquiste uma vaga no Tribunal de Contas da União. Para enfrentar uma concorrência de peso, no último foram mais de 9 mil inscritos, é necessário que os candidates iniciem desde já a preparação.

Para dar uma impulsionada nos seus estudos, convidamos  para um bate-papo o professor Emerson Douglas, que além de professor do Gran Cursos Online é auditor federal de controle externo. Ele destacou pontos importantes que precisam ser levados em consideração por quem estuda para fazer parte de u dos órgãos mais importantes do país.

O professor iniciou nossa conversa falando um pouco de sua caminha até o cargo. “O que me levou ao TCU foram os caminhos da vida, nunca imaginei trabalharia lá. Comecei como qualquer concurseiro, em geral, e acabei tendo um sucesso, passando em alguns concursos, como Polícia Federal, Abin (duas vezes), fui consultor legislativo da Câmara Legislativa do DF, analista do Senado. Quando você vem estudando para concursos diversos, acaba que vai ter um momento que as coisas encaixam e vão dar certo. Tive oportunidades de sair do TCU, mas optei pelo órgão, que é muito bom”, afirma.

Indagado sobre o que fez ele escolher o TCU, Emerson foi contundente. “ O TCU tem uma espécie de canto da sereia, falam tão bem do órgão que acaba que as pessoas que eu conheci que eram apaixonadas, começaram a falar dos benefícios, vantagens. Por ser uma carreira extremamente atrativa, quem passa no concurso não quer sair mais, muito pelo contrário, quem sai acaba voltando”, afirma.

Ele destaca um dos benefícios. “Que tal uma carreira que tem apenas treze níveis para você chegar ao topo dela? Entrasse no nível I e em doze anos você está no nível treze. Mas não, no TCU em seis anos você chega ao topo, pois sobe-se de padrão a cada seis meses. Não existe nenhum órgão que proporcione tal benefício”, pontua.

Por fim, ele deixa uma mensagem para os candidatos que desejam iniciar a preparação.” Fácil não é . A gente rala muito para conseguir um cargo público de alto nível e não vai ser fácil, mas vale muito a pena. Não esmoreça, tropeços haverá, dificuldades também. Todo mundo tem problema, todo mundo tem doença na família, todo mundo tem às vezes tragédias. Isso faz parte da nossa caminhada, isso não pode te derruba e isso deve ser usado como experiência para nos deixar mais fortes e seguir em frente em busca de um sonho”.

Tribunal de Contas da União (TCU)-TÉCNICO FEDERAL DE CONTROLE EXTERNO
Tribunal de Contas da União (TCU)
TÉCNICO FEDERAL DE CONTROLE EXTERNO